De acordo com a OMS, o stress laboral pode-se definir como uma “resposta física e emocional a um dano causado por um desequilíbrio entre as exigências percebidas e os recursos e capacidades percebidos de um individuo para fazer face a essas exigências”.

E apesar dos efeitos do stress variarem de uma pessoa para a outra, existem alguns fatores que impulsionam esta patologia, tais como:

  • As condições de trabalho.
  • As exigências do trabalho e as características das tarefas.
  • Que papel é desempenhado e quais as responsabilidades.
  • As relações entre os colegas de trabalho.
  • Os níveis hierarquicos.
  • As novas tecnologias.
  • Progressão ou estagnação na carreira.
  • Fatores externos.

Ou seja, se um trabalhador passar uma média de 8 horas diárias num ambiente laboral desfavorável, com um clima organizacional mau, a incidência de stress poderá aumentar exponencialmente.

Além disso, se existir uma elevada exigência em alcançar determinados objetivos, que muitas vezes são inatingíveis, uma pressão excessiva e falta de compreensão e flexibilidade, a probabilidade de, aos poucos, as pessoas começaram a sofrer de stress laboral é bastante grande.

Mas será o stress nas empresas um problema? Quais as consequências da existência desta patologia no trabalho?

Apesar de o stress no trabalho ser positivo quando se dá em baixa intensidade, permitindo aos profissionais manterem-se ativos e alerta, quando estes níveis se superam e se convertem em patologia, surgem as consequências negativas.

  • Efeitos negativos nos profissionais:
    • Problemas de sono.
    • Atitude irritada ou de angústia.
    • Incapacidade para relaxar ou se concentrar.
    • Maior risco de sofrer um acidente no trabalho.
    • Diminuição do interesse pelo trabalho.
    • Tendência a sofrer adições (drogas, álcool, tabaco…).
    • Pioria do estado físico e sobrepeso.
    • Maior incidência de doenças cardíacas, coronárias, diabetes ou transtornos músculo-esqueléticos.
    • Síndrome de burnout ou de esgotamento.
    • Depressão com quadros de ansiedade, baixa autoestima, pouca concentração.
  • Implicações para a empresa:
    • Aumento dos acidentes laborais.
    • Incremento das taxas de absentismo.
    • Crescimento do índice de rotação de pessoal.
    • Diminuição do grau de motivação e satisfação do pessoal.
    • Baixa da implicação e compromisso do capital humano.
    • Menor interesse dos profissionais nos processos de recrutamento.
    • Descida da produtividade.
    • Absenteísmo dos funcionários.

Portanto, o stress laboral não é um tema que se deva descurar. A sua prevenção e combate é fundamental e deve ser feito de forma proativa pelos gestores das empresas.

A Branquia pode ajudá-lo a diminuir os níveis de stress na sua empresa, mantendo os espaços de trabalho limpos e higienizados, de forma a aumentar a qualidade do ambiente e reduzindo fatores de risco ao stress.

Conheça os serviços de limpeza comercial Branquia e marque a diferença na limpeza da sua empresa. Peça agora para uma proposta grátis.

FacebookLinkedIn

NEWSLETTER BRANQUIA

Subscreva a nossa newsletter e receba gratuitamente todas as nossas novidades, curiosidades, eventos, e muito muito mais.

Insira aqui o seu e-mail *