Com as constantes mudanças no mundo do trabalho, o ritmo de vida acelerado e a introdução de novas formas de comunicação, é oportuno questionar-se como será o escritório do futuro, que implicações poderá ter e como podem as empresas estar preparadas para essa realidade?

Segundo o programa “Future Office”, da Philips Lighting, “a conectividade, o conforto, a flexibilidade e a sustentabilidade” são os quatro eixos que estão a determinar a forma como concebemos os espaços de trabalho.

Como bem sabemos, a conectividade é a nova forma de ver o mundo. Quer seja dentro ou fora do ambiente de trabalho continuamos a ter a mesma necessidade de estar ligados e em constante comunicação com os outros. Os novos espaços de trabalham precisam de se adaptar a essa realidade.

O bem-estar dos colaboradores é cada vez mais uma preocupação para as empresas. Assegurar ambientes de trabalho limpos, confortáveis e com boa iluminação traduz-se automaticamente numa melhoria da produtividade, redução dos níveis de stress e aumento da qualidade do ambiente de trabalho.

A flexibilidade também é tendência na conceção dos espaços de trabalho. A transformação de espaços permite uma maior diversidade, como salas de colaboração que se transformam em espaços de sociabilização, permitindo o convívio e o intercâmbio de ideias entre os colaboradores.

Alcançar a sustentabilidade é que muitas empresas pretendem. Comece por dentro e adote uma política de respeito pelo meio ambiente no seu escritório, utilize os recursos de forma eficiente.

Segundo os estudos estes são os principais aspetos a investir para ter o escritório do futuro ainda no presente.

FacebookLinkedIn

NEWSLETTER BRANQUIA

Subscreva a nossa newsletter e receba gratuitamente todas as nossas novidades, curiosidades, eventos, e muito muito mais.

Insira aqui o seu e-mail *